Recursos para manutenção da enfermaria oncológica do Hospital São Daniel Comboni

Publicado 20/10/2021
A A
FOTO: ASSESSORIA

Em razão da existência da referida portaria, a Secretaria de Saúde do Estado – Sesau não tinha renovado o convênio com Hospital São Daniel Comboni. A possibilidade de suspensão no atendimento dos pacientes na enfermaria oncológica do São Daniel Comboni mobilizou os segmentos organizados da sociedade local que se uniram aos voluntários que atuam na ASSDACO para resolver o impasse e renovar o convênio.
Idealizado pelo padre Franco Vialetto e construído com a ajuda de voluntários o complexo hospitalar São Daniel Comboni foi inaugurado em 2011 para ser um centro especializado no tratamento de câncer. A unidade é dividida em 10 pavilhões, incluindo casa de apoio para hospedar até 120 pessoas. Atualmente, são atendidos pacientes de Rondônia e Mato Grosso que buscam tratamento oncológico no São Daniel Comboni. Além da assistência médica, os pacientes e acompanhantes são atendidos na Casa de Apoio que é mantida pelos voluntários que também atuam no Hospital São Daniel Comboni.

A Secretaria de Estado da Saúde, se mostrou sensível aos relatos apresentados dos voluntários e representantes do Hospital São Daniel Comboni. “Depois, do trabalho intenso com a equipe da Sesau foi  possível prorrogar o convênio entre o governo e a ASSDACO. 

A destinação de emenda parlamentar  de Cirone no valor de R$ 400 mil reais, mais R$ 100 mil do ex-deputado Edson Martins e outros R$ 100 mil do deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano. Cirone explicou que a falta de previsão orçamentária da Secretaria de Estado da Saúde para manter os serviços da enfermaria oncológica exigiu um trabalho extra para assegurar os recursos destinados a custear as despesas com o atendimento aos pacientes,” finalizou.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?