População de Nova Brasilândia pede aumento de efetivo para melhorar a segurança na cidade

Publicado 28/07/2021
Atualizado 28/07/2021
A A

A questão de segurança pública é um problema fundamental e principal desafio nos últimos tempos de todos os governantes. Os problemas relacionados com o aumento da taxa de criminalidade, a degradação dos espaços públicos e as dificuldades relacionadas ás reformas das instituições da administração da justiça criminal, a superlotação dos presídios e a garantia da segurança da população, são temas relevantes e que precisam ser discutidos.

  Em Nova Brasilândia, uma cidade do interior de Rondônia, com uma população de  aproximadamente 24 mil pessoas vem clamando por uma melhoria na segurança pública do município, devido o grande aumento de roubos e furtos e a insegurança que os cidadãos tem vivido nesses tempos.

  Um povo humilde e ordeiro deixa claro que os problemas não são os poucos policiais destacados na cidade, os quais tem se desdobrado para garantir pelo menos o mínimo de segurança para a população. Na verdade o que acontece é a falta de um contingente capaz de realmente fazer a segurança da população.

  São apenas 32 policiais entre Militares e Civil que fazem a segurança do município, o que daria aproximados 1 policial para cada 750 munícipes, mas se contarmos que o trabalho é realizado no sistema de plantão, esse número sobe para 1 policial para 2 mil habitantes. Como fazer segurança com um número tão reduzido dessa forma?

  A delinqüência sobe a cada dia, profissionais de segurança diminuem, alguns se aposentam, outros desistem, mas os problemas se acumulam. A comunidade até se orgulha dos profissionais à disposição, os quais têm trabalhado incansavelmente, mesmo com esse número reduzido, para dar respostas rápidas para a sociedade, e até tem acontecido com a elucidação de vários casos, mas a marginalidade age em surdina tornando impossível fazer segurança com qualidade com todos esses problemas.

 A comunidade espera que essas informações cheguem ao Governo do Estado, ao Secretário de Segurança Pública, e que olhem por esse povo enviando mais efetivo para atender a cidade, e que pessoas e comerciantes possam trabalhar com um pouco mais de tranquilidade. 

  É importante que se amplie a sensibilidade de todo o complexo sistema da segurança aos influxos de novas idéias e energias provenientes da sociedade e de criar um novo referencial que veja na segurança, espaço importante para a consolidação democrática e para o exercício de um controle social da segurança.

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?