Rondônia
Regional do DER na Zona da Mata trabalha na eliminação de atoleiros e pontos críticos na RO-135

Por Luiz Augusto Rocha
Publicado 21/02/2020
Atualizado 21/02/2020
A A
Fotos: Arquivo DER

Um dos maiores desafios do inverno amazônico é a manutenção da trafegabilidade nas rodovias. O Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) tem trabalhado neste período de chuvas muito intensas na eliminação de atoleiros, pontos críticos, instalação de bueiros e limpeza de saídas d’água.

Exemplo deste trabalho vem sendo desenvolvido pela 5ª Residência Regional do DER de Rolim de Moura. Recentemente, a equipe de campo do órgão fez o encascalhamento de 23 quilômetros de pontos críticos ao longo da RO-135 (conhecida na região como Linha 160), entre os municípios de Alta Floresta e Novo Horizonte.

De acordo com o residente regional, Ezequiel Marcos Cassol, o trabalho foi feito com o máximo de celeridade, “porque a região tem uma grande produção cafeeira e pecuária, além de toda uma população de crianças e adolescentes que precisam ter a estrada em boas condições para não afetar a frequência escolar”.

Ao todo, a 5ª Residência Regional do DER tem sob sua responsabilidade 692 quilômetros de  vias, sendo 276 quilômetros pavimentados e 416 quilômetros sem pavimentação, abrangendo os municípios de Rolim de Moura, Santa Luzia, São Felipe, Alta Floresta, Alto Alegre, Novo Horizonte e Nova Brasilândia.

Fotos: Arquivo DER

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Manutenção das Estradas   Inverno Amazônico   Serviços Públicos   DER   Atoleiros  

Mais em Rondônia

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?