Agronegócio
Boi gordo: com incerteza sobre consumo, frigoríficos continuam cautelosos
Scot Consultoria afirma que a estratégia estabelecida, devido ao consumo incerto de carne no mercado interno, é avaliar o comportamento das vendas, para então, definirem qual caminho seguir

Por Canal Rural
Publicado 06/04/2020
A A
Foto: Ministério da Agricultura

Em São Paulo, o mercado do boi gordo encerrou a última sexta-feira, 3, com preços estáveis na comparação dia a dia. Após uma semana com melhoria do volume de negócios, resultando no avanço das programações de abate, boa parte das indústrias saiu das compras.

A Scot Consultoria afirma que a estratégia estabelecida, devido ao consumo incerto de carne no mercado interno, é avaliar o comportamento das vendas, para então, definirem qual caminho seguir.

“Escalas curtas e cautela nas compras são características vistas nos frigoríficos. A incerteza sobre o consumo de carne bovina em curto prazo não dá margem para grandes compras de boiadas”, disse a empresa.

Atacado

Apesar das vendas fracas no atacado, que agora abastecem apenas açougues e mercados, o preço médio da carne bovina sem osso teve alta de 0,4% no atacado na semana passada, segundo levantamento da Scot Consultoria. No entanto, na comparação mensal, o preço é 1,2% menor.

Com a China voltando à rotina, mesmo que vagarosamente, espera-se que o país retorne às compras de carne brasileira em bons volumes, trazendo uma ‘fuga’ para o escoamento da produção no caso dos frigoríficos habilitados à exportação para os chineses, alguns inclusive estão em férias gerais devido à situação atual.

Para esta semana, os volumes negociados internamente devem continuar abaixo dos padrões normais, o que deve manter os preços da carne bovina frouxos do atacado.

Fonte: Canal Rural

Boi Gordo   Scot Consultoria   Carne   compras   atacado   Preços Estáveis  

Mais em Agronegócio

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?