Soja sobe até R$ 3,50 e chega a R$ 108 nos portos
De acordo com a consultoria, a oleaginosa acompanhou a forte valorização do dólar. Porém, apesar da alta, os negócios foram pontuais nesta sexta-feira

Publicado 13/06/2020
A A
Foto: ally j - Pixabay

Acompanhando a alta de mais de 2% do dólar nesta sexta-feira, 12, os preços da soja subiram nas principais praças de comercialização do país, de acordo com a consultoria Safras. “Mas os negócios foram limitados, envolvendo operações pontuais no Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul”, informa.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 104 para R$ 104,50. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 103 para R$ 104. No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 105,50 para R$ 108.

Em Cascavel, no Paraná, o preço aumentou de R$ 98,50 para R$ 102 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca subiu de R$ 104,50 para R$ 108.

Em Rondonópolis (MT), a saca avançou de R$ 93 para R$ 96. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 93 para R$ 94. Em Rio Verde (GO), a saca subiu de R$ 93 para R$ 95.

Contratos futuros

A soja em grão fechou esta sexta-feira, 12, com preços mais altos na Bolsa de Chicago. De acordo com a consultoria Safras, o mercado foi sustentado pela firme demanda pelo produto norte-americano, com mais uma venda anunciada nesta sexta-feira. Na semana, o contrato julho para o grão acumulou alta de 0,95%.

“Os ganhos, porém, foram limitados pelo posicionamento de carteiras por parte dos investidores diante do final de semana e das incertezas em relação à reabertura de importantes economias mundiais. Há temor de uma segunda onda de contaminação por coronavírus”, informa.

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com alta de 5,25 centavos de dólar ou 0,6% em relação ao fechamento anterior, a US$ 8,71 por bushel. A posição agosto teve cotação de US$ 8,72 por bushel, com ganho de 4,50 centavo ou 0,51%.

Fonte: Canal Rural

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?