Família se revolta com morte de cantora que teria sido esfaqueada pelo marido: 'Brutal'
Irmã diz que cunhado mandou mensagem após o crime pedindo desculpas e dizendo que 'nunca quis fazer isso'.

Publicado 30/10/2020
A A

A família de uma cantora, encontrada morta dentro de casa, está chocada com o crime. A cantora identificada pelas iniciais [ F. C. S. D. de O.], de 36 anos, levou ao menos quatro facadas.

A irmã dela, a analista contábil identificada pelas iniciais [ D. S.], de 25 anos, disse que o marido da vítima, cujo nome não foi revelado, é suspeito do crime. Ele, inclusive, teria enviado uma mensagem a ela pedindo perdão.

"É revoltante demais. Foi muito brutal. Só Deus sabe o tamanho da dor e sofrimento", disse a irmã.

A mulher foi enterrada na quinta-feira (29), em Jataí, no sudoeste goiano, onde nasceu e a família dela mora. O crime aconteceu dois dias antes, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, cidade morava com o marido e o filho do casal, de 7 anos

A irmã, que fez o reconhecimento do corpo, disse que a irmã apresentava quatro marcas de facada no peito. Ela contou que a irmã e o marido tiveram uma discussão e, depois disso, ele ligou para um advogado dizendo que tinha deixado a mulher inconsciente no chão da casa. O profissional contatou a Polícia Militar, que foi até a residência e já encontrou Franciane morta.

"Ele tinha um comportamento agressivo com ela. Eles chegaram a terminar, e ela foi embora de Jataí para Uberaba para fugir dele há menos de dois anos, mas ele foi atrás dela e acabaram reatando", disse a irmã da vítima.

A jovem explicou que a irmã se apresentava em barzinhos e também trabalhava como corretora de seguros.

Pedido de perdão

A analista afirmou que o cunhado desapareceu após a morte da cantora. Ela, então, enviou uma mensagem a ele perguntando o motivo de ele ter matado a esposa. Na resposta, ele pediu perdão e disse que agiu por "impulso do momento" e que "nunca quis fazer isso".

"Me perdoem, nunca foi minha intenção, morri junto com ela. Foi impulso do momento, nunca quis fazer isso. Eu a amava, destruí a vida dela, a de vocês e a minha", respondeu o suspeito.

"Estou sem chão, não sei o que fazer, me perdoe. Eu não fugi, só não sei como encarar a situação, me perdoe, pelo amor de Deus, me perdoe", completou.

 

Fonte: G1 GO

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?