Nova Brasilândia d'Oeste
Nova Brasilândia: Profissão perigo, motorista de ambulância em época de pandemia

Por Fábio Rodrigues
Publicado 21/05/2020
Atualizado 21/05/2020
A A
Foto: Equipe de enfrentamento do covid-19 do Hospital Municipal em Nova Brasilândia (RO).


Em Nova Brasilândia (RO), nesta manhã de quinta-feira (21), o motorista da ambulância no Hospital Municipal da cidade, Elias Chagas, ressalta sua preocupação sobre os  riscos e as precauções na hora de conduzir um paciente na cidade ou para outras cidades como para Cacoal e Porto Velho.

De acordo com Elias Chagas, houve diversas mudanças na rotina diária dele, a primeira foi o afastamento da família, agora não pode mais visitá-los.

Na ambulância os cuidados  redobraram, sempre houve  muito stress no trânsito, para levar e trazer os pacientes com segurança. Porém devido a nova pandemia do coronavírus todos precisam se cuidar, pois na ambulância sempre viaja Elias, um enfermeiro e o paciente, todos protegidos como manda o protocolo, explica o motorista. 

A higienização da ambulância é feita diariamente para evitar a disseminação do vírus, isso vem dando certo, pois os três casos confirmados no município estão todos curados, ou seja, não há aumento nos casos, finaliza Elias Chagas.

Para as viagens não há uma equipe especifica do covid, mas quando precisa os que estao na escala se paramentam para conduzir e acompanhar os pacientes.

 

Foto: Equipe de enfrentamento do covid-19 do Hospital Municipal em Nova Brasilândia (RO).
Foto: Equipe de enfrentamento do covid-19 do Hospital Municipal em Nova Brasilândia (RO).

Fonte: Brasilândia Notícias

saúde   Porto Velho   Hospital Municipal   Elias Chagas   nova brasilândia   Hospital   Cacoal  

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?