Nova Brasilândia contabiliza 230 casos de dengue de janeiro até Julho de 2020

Publicado 17/10/2020
Atualizado 17/10/2020
A A

Em época de pandemia, temos a impressão de só haver mortes e casos do novo coronavírus, entretanto, os outros vírus e doenças continuam matando e infectando as pessoas do Brasil e também do estado de Rondônia.

Na cidade de Nova Brasilândia (RO),  não seria diferente mesmo com apenas 21.800 habitantes e  localizada na zona da mata. 

De acordo com informações da secretaria de saúde, o número parece alto, mas se compararmos com os 333 casos confirmados, 323 curados, sendo 7 ativos de covid-19, percebemos há uma  diferença de mais de 100 casos entre as duas doenças no município.

Segundo a Secretaria de Saúde, Vanderli Alves, para conter o aumento da dengue os agentes comunitários de Saúde visitam as casas, habitadas e não habitadas para fiscalizar a existência de larvas ou mosquitos do Aedes aegypti em pneus, caixas de água, calhas ou garrafas petes.

Além disso, o carro de fumacê também passa nas Ruas e Avenidas da comarca para  ajudar a eliminar  os prováveis criadouros e focos do Mosquito da dengue, ressalta Vanderli Alves.

Os moradores devem tampar bem as caixas de água, verificar as bordas de vasos de plantas lavando com água e sabão, colocar garrafas de ponta cabeça, no caso de pneus velhos no quintal comunicar a Vigilância Sanitária ou levá-los a uma borracharia.

Existem quatro tipos de vírus de dengue, uma pessoa pode ser infectada pelos quatro tipos da doença. No entanto, ao ser infectada por um dos tipos, fica imune aos outros sorotipos, os sintomas mais frequentes da dengue são: Febre alta, dor de cabeça, dor nas articulações, cansaço, dor no globo ocular.

O Aedes aegypti pode transmitir também Zica vírus, febre amarela, chikungunya. E a dengue hemorragia pode levar á matar em 24 horas.

Segundo estatísticas do ministério da Saúde cerca de 5% das pessoas com a dengue hemorrágica vão á óbito.

Após as ações, houve a redução nos casos, entre 12/07/2020 a 29/09/2020. Notificados: 06 casos, Confirmados: 04 casos, Descartados: 02 casos.

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?